RESUMO DA SESSÃO ORDINÁRIA DA CÂMARA MUNICIPAL DE JANDAIA DO SUL, REALIZADA EM 09/08/2021.

RESUMO DA SESSÃO ORDINÁRIA DA CÂMARA MUNICIPAL DE JANDAIA DO SUL, REALIZADA EM 09/08/2021.

RESUMO DA SESSÃO ORDINÁRIA DA CÂMARA MUNICIPAL DE JANDAIA DO SUL, REALIZADA EM 09/08/2021.

RESUMO DA SESSÃO ORDINÁRIA DA CÂMARA MUNICIPAL
DE JANDAIA DO SUL, REALIZADA PELO PRESIDENTE JOÃO
PAULO BOSIO, EM 09/08/2021.

REQUERIMENTOS:
Requerimento apresentado pelos Vereadores ADEMAR ANTONIO
KOTESKI JUNIOR, ADENILSON DE OLIVEIRA VICENTE,
BRUNO FERNANDO CAVASSANI, CLAUDIO ROBERTO
TÁPARO, FABIANO GOULARTE MARAFON, JOÃO PAULO
BOSIO, JOSÉ CARLOS RANZANI, SÉRGIO DIAS DE LIMA e
WELTON PINHEIRO manifesta por esta carta, apoio à pauta da
Associação de Professores de Espanhol do Estado do Paraná (APEEPR) e
ao Movimento Fica Espanhol no Paraná, composto por docentes e
estudantes de língua espanhola nos diferentes níveis de ensino da educação,
bem como por membros da sociedade civil que defendem o ensino do
idioma. Dessa forma, em defesa do ensino de espanhol nas escolas, peço
encarecidamente à Assembleia Legislativa do Estado do Paraná, para
inserirem em pauta de votação a Proposta de Emenda Constitucional (PEC)
n.º 03, de 2021, que acrescenta o §9º ao art. 179 da Constituição do Estado,
para instituir o ensino da língua espanhola como disciplina obrigatória das
escolas públicas no Paraná. É válido destacar que o Paraná caracteriza-se
por ser um estado pioneiro em relação ao ensino público e gratuito de
Línguas Estrangeiras Modernas (LEM), em especial do espanhol.
Entretanto, com a Lei nº 13.415/2017 de 16 de fevereiro de 2017, a oferta
da língua espanhola passa a não ser mais obrigatória no Ensino Médio, mas
de carácter optativo, embora desde 2010 a língua espanhola seja um dos
conteúdos abordados no Exame Nacional do Ensino Médio (ENEM), assim
como nos vestibulares de diversas universidades brasileiras. Diante desse
cenário, a fim de evitar um processo educativo caracterizado pelo
monolinguíssimo em suas redes de ensino, alguns estados brasileiros se
valeram de seus dispositivos legislativos específicos para manter a oferta
do ensino do idioma espanhol. Ao considerar as particularidades
linguísticas e econômicas do Paraná, em especial sua posição geopolítica
nas diretrizes do Mercosul, o ensino do espanhol corresponde a uma
questão política estratégica que precisa ser garantida pela legislação
estadual paranaense. Por essa razão, é imprescindível a votação da Proposta
de Emenda Constitucional (PEC) n.º 03, de 2021, que prevê a
obrigatoriedade do Ensino de Espanhol no Sistema Educativo Paranaense,
com o intuito de assegurar que o Espanhol conste na grade curricular como
disciplina obrigatória nas escolas paranaenses, corroborando o histórico da
formação plurilíngue do Paraná e a importância da língua espanhola como

instrumento para relações comerciais, turísticas e culturais efetivas no
desenvolvimento da região.

Requerimento apresentado pelos Vereadores JOÃO PAULO BOSIO,
JOSÉ CARLOS RANZANI, CLÁUDIO ROBERTO TÁPARO,
SERGIO DIAS DE LIMA, ADEMAR ANTONIO KOTESKI JUNIOR,
ADENILSON DE OLIVEIRA VICENTE, BRUNO FERNANDO
CAVASSANI, FABIANO GOULARTE MARAFON e WELTON
PINHEIRO, solicitando ao Ilustríssimo Senhor LUIZ CARLOS
JACOVASSI, Gerente Regional da SANEPAR de Apucarana, para que
informe a população de Jandaia do Sul, diante da catastrófica e fatídica
ação de vândalos perante o patrimônio da concessionária que resultou no
corte total ou parcial do fornecimento de água para a população na primeira
semana do corrente mês, se existe ou está sendo implantado algum
sistema de monitoramento e segurança ostensiva para mitigar novos
furtos que resultem em mal estar do povo da nossa cidade.

Requerimento apresentado pelos Vereadores CLAUDIO ROBERTO
TÁPARO, FABIANO GOULARTE MARAFON, JOÃO PAULO
BOSIO, JOSÉ CARLOS RANZANI, SÉRGIO DIAS DE LIMA e
WELTON PINHEIRO, solicitando ao Excelentíssimo Senhor LUIS
FELIPE BONATTO FRANCISCHINI – Deputado Francischini, o
envio de recursos via Emenda Parlamentar, visando atender as demandas
da UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARANÁ, Campus Jandaia do Sul,
cujo teor anexamos. Excelentíssimo Senhor, a necessidade em questão visa
à consolidação e melhoria de toda a estrutura do Campus acima
mencionado e o vosso atendimento com certeza trará os benefícios para
toda a comunidade jandaiense.

Requerimento apresentado pelos Vereadores BRUNO FERNANDO
CAVASSANI, ADENILSON DE OLIVEIRA VICENTE e ADEMAR
ANTÔNIO KOTESKI JUNIOR – MAZINHO solicitando ao
Excelentíssimo Senhor LAURO DE SOUZA SILVA JUNIOR, Prefeito
Municipal, que estude sobre a implantação de um Centro de Especialidades
Odontológicas em nossa cidade. Local onde possa ser realizado
procedimentos mais complexos e importantes para a saúde bucal dos
jandaienses. JUSTIFICATIVA: Atualmente, o atendimento odontológico
municipal é feito nas unidades de saúde. Onde os profissionais acabam
tendo limitações nos atendimentos e procedimentos que fazem na
população. A implantação de um “Centro de Especialidades

Odontológicas” poderá ajudar muitos pacientes que precisam ser
submetidos a procedimentos mais complexos para a saúde bucal e que hoje
não são realizados nas unidades básicas de saúde, precisando, assim, se
deslocar para municípios vizinhos em busca de tratamento. Sendo essa uma
das principais razões, concretizamos uma necessidade de urgência da
criação de um Centro de Especialidades Odontológicas para atender a
demanda da nossa população. Desta forma, o poder público estará
proporcionando um bem-estar para essas pessoas com mais saúde e uma
melhor qualidade de vida. É válido destacar que os Centros de
Especialidades Odontológicas fazem parte do Cadastro Nacional de
Estabelecimentos de Saúde e estão ligados ao Programa Brasil Sorridente
que tem o objetivo de ampliar o atendimento melhorando as condições da
saúde bucal da população.

Requerimento apresentado pelo Vereador BRUNO FERNANDO
CAVASSANI, questionando ao Excelentíssimo Senhor LAURO DE
SOUZA SILVA JUNIOR, Prefeito Municipal, questionando da possiblidade
de contratação de PEDIATRAS para atender nos finais de semana e feriados.
Justificativa: Com o atendimento de médicos pediatras nos finais de semana e
feriados é possível garantir um atendimento eficiente e célere dessa
especialidade que é muito procurada. Esse requerimento se justifica tendo em
vista que a demanda de situações emergenciais na área da pediatria é
crescente, sendo necessário disponibilizar uma estrutura de atendimento digno
para todos os munícipes. É valido destacar que essa é uma solicitação de
diversas pessoas do nosso município que já precisam de atendimento
especializado para seus filhos nos finais de semana e feriados.

Requerimento apresentado pelo Vereador CLAUDIO ROBERTO
TAPARO, solicitando ao Senhor Prefeito Municipal LAURO DE SOUZA
SILVA JUNIOR, estudo de viabilidade para implantação de uma
CENTRAL DE COMPOSTAGEM em nosso Município. Senhor Prefeito,
a separação do lixo seco do lixo orgânico, atitude simples e diária, que todo
mundo pode adotar em casa, tem tudo para facilitar a vida de quem trabalha
com a coleta seletiva. E não é só isso: a separação correta contribui também
para reduzir a contaminação do meio ambiente e para evitar a disseminação
de doenças. A compostagem é reconhecida como uma alternativa
ambientalmente correta, segura e definitiva, que contribui diretamente para
a redução dos passivos ambientais e esgotamento dos aterros, além de
atender à PNRS (Política Nacional de Resíduos Sólidos) e
ter importância estratégica para a solução de alguns problemas. Além disso,

o lixo orgânico pode ser utilizado, por exemplo, na produção de
adubo orgânico, o qual pode ser utilizado na agricultura. O lixo orgânico é
transformado em adubo orgânico na compostagem, um processo que
funciona como uma reciclagem do lixo orgânico.

Requerimento apresentado pelo Vereador ADEMAR ANTONIO KOTESKI
JUNIOR - MAZINHO, solicitando ao Excelentíssimo Senhor LAURO DE
SOUZA SILVA JUNIOR, Prefeito Municipal, questionando da possiblidade
de realizar a recuperação das calçadas da Avenida Tancredo Neves.
Justificativa: Senhor Prefeito, essa via é a que dá acesso ao nosso Município
e, portanto, um cartão postal. Quem adentra a cidade não tem uma boa
impressão, visto que as calçadas estão deterioradas em vários pontos, o que
dificulta a circulação de pedestres, obrigando-os a trafegar pela via pública e
os coloca em risco. Essa manutenção vai atender aos pedidos de muitos
munícipes.

Requerimento apresentado pelo Vereador JOSÉ CARLOS RANZANI,
solicitando ao Excelentíssimo Senhor LAURO DE SOUZA SILVA
JUNIOR, PREFEITO MUNICIPAL, que informe da viabilidade de
realizar uma REFORMA NA CAPELINHA DO JARDIM DAS
ESMERALDAS e destinar seu uso aos agentes da Unidade Básica de
Saúde – UBS Massahiro Oga. Os agentes de saúde têm solicitado uma vez
que não está mais sendo utilizada e poderia ser usado para alguns
atendimentos como pesagens de crianças entre outros.

Requerimento apresentado pelo Vereador JOSÉ CARLOS RANZANI,
solicitando ao Ilustríssimo Senhor LUIZ CARLOS JACOVASSI, Gerente
Regional da SANEPAR em Apucarana, uma especial atenção desta
Empresa aos nossos munícipes residentes no JARDIM MORETI e
adjacências. Ilustre Senhor, são incontáveis as reclamações desses
moradores pela recorrente falta de água e quando há, a baixa pressão torna
quase impraticável o seu uso. Peço encarecidamente uma rápida solução.

Requerimento apresentado pelo Vereador SÉRGIO DIAS DE LIMA,
solicitando ao Excelentíssimo Senhor LAURO DE SOUZA SILVA
JUNIOR, Prefeito Municipal, que informe da viabilidade de aplicação da
SINALIZAÇÃO VERTICAL e HORIZONTAL bem como a colocação
de FAIXA ELEVADA 3D, defronte todas Escolas Municipais, Estaduais,
Particulares, CMEI’s de nosso município. Senhor Prefeito, somos

sabedores que o atendimento ao trânsito vem sendo realizado com precisão
primordial em intervenções nos pontos de conflito existentes. Por assim se
tratar vimos requerer junto ao executivo municipal a aplicação de
sinalização regular defronte aos estabelecimentos supracitados, pelo que
agradeço o atendimento.

Requerimento apresentado pelo Vereador WELTON PINHEIRO,
solicitando ao Excelentíssimo Senhor LAURO DE SOUZA SILVA
JUNIOR, Prefeito Municipal, para que informe se existe expectativa de
data para a volta das aulas de yoga, tai-chi-chuan, ginástica e alongamento,
jazz e zumba, aulas que ocorriam no Centro de Convivência e se existe
outro local com disponibilidade para a realização dessas atividades pois
sabemos que agora o CTC está instalado no Centro de Convivência,
tratando pessoas com COVID -19. Senhor Prefeito, atividade
física previne o desenvolvimento de doenças crônicas, como hipertensão e
diabetes, controlam os níveis de colesterol podendo ser uma importante
aliada no tratamento da depressão e ansiedade. É uma prática fundamental
para o bom funcionamento do corpo, que além de prevenir lesões,
proporciona mais agilidade e elasticidade. Sabemos que neste momento
tenso que estamos vivendo, a saúde física e mental, com a dança,
tranquiliza a alma, traz conforto, afeto e alívio da ansiedade. Para o retorno
presencial, algumas exigências serão necessárias: obrigatório o uso de
máscaras; necessário manter o distanciamento (demarcado no chão) e evitar
o contato físico durante as aulas; os materiais utilizados não devem ser
compartilhados e os cabelos devem permanecer presos. A limpeza e
higienização da sala e equipamentos constante, e o álcool gel sempre
disponível para ser usado antes e depois das aulas.

INDICAÇÕES:
Indicação nº 01/2021 apresentada pelos Vereadores CLAUDIO
ROBERTO TÁPARO, FABIANO GOULARTE MARAFON JOÃO
PAULO BOSIO, JOSÉ CARLOS RANZANI, SÉRGIO DIAS DE
LIMA e WELTON PINHEIRO, solicitando ao Excelentíssimo Senhor
LAURO DE SOUZA SILVA JUNIOR, PREFEITO MUNICIPAL,
para que seja realizada uma parceria entre o poder público, representado
pelo Departamento de Educação e Esporte, Departamento Municipal
de Saúde e Clube de Serviço Loja Maçônica Fraternidade Jandaiense a
fim de propor um termo de cooperação com o INSTITUTO MUNDO
ADAM. Senhor Prefeito, o instituto Adam Robo Digital tem como missão
prevenir e evitar a cegueira mundial e os problemas visuais refrativos e

patológicos, visando ajudar às pessoas de todas as classes sociais e
democratizar o acesso à saúde visual em todo o mundo. Assim, foi criado o
Instituto Mundo Adam para promover ações sociais de alcance global com
o apoio de voluntários, patrocinadores, parceiros, especialistas, iniciativa
privada, poder público, dentre muitos "amigos da visão".
Indicação nº 03/2021 apresentada pelos Vereadores ADENILSON DE
OLIVEIRA VICENTE, BRUNO FERNANDO CAVASSANI E
ADEMAR ANTÔNIO KOTESKI JUNIOR, solicitando ao
Excelentíssimo Senhor LAURO DE SOUZA SILVA JUNIOR, Prefeito
Municipal, a elaboração de Projeto de Lei que Disponha sobre a
implantação de FAIXA ELEVADA PARA TRAVESSIA DE
PEDESTRES em frente a Escolas, UBS e Hospitais do Município. Senhor
Prefeito, estamos anexando a minuta do Projeto em questão, cujo objetivo é
o de dar maior visibilidade aos locais de travessia de pedestres bem como o
de forçar a redução da velocidade dos veículos nesses locais,
proporcionando maior acessibilidade e segurança aos pedestres.

Indicação nº 08/2021 apresentada pelo Vereador ADENILSON DE
OLIVEIRA VICENTE, solicitando ao Excelentíssimo Senhor Prefeito
Municipal LAURO DE SOUZA SILVA JUNIOR, para INDICAR um
Projeto de Lei cuja minuta segue anexa, que "Dispõe sobre a notificação
compulsória de casos de violência contra a pessoa idosa no Município
de Jandaia do Sul e dá outras providências".
PROJETO DE LEI Nº XX/2021

Súmula: "Dispõe sobre a notificação compulsória de casos de violência
contra a pessoa idosa no Município de Jandaia do Sul e dá outras
providências"

L E I

Art. 1º - Fica criado o procedimento de notificação compulsória da
violência contra a pessoa idosa atendida em todos os serviços da Rede
Municipal de Saúde, Educação e Assistência Social, pública e conveniada,
no Município de Jandaia do Sul.
Parágrafo único - Deverá ser elaborado por órgão específico da Prefeitura
do Município de Jandaia do Sul, um formulário próprio para preenchimento
desta notificação.
Art. 2º - Os serviços de Saúde, Educação e Assistência Social das redes
públicas e conveniadas, que prestam atendimento no âmbito Municipal, na
Cidade de Jandaia do Sul, são obrigados a notificar todos os casos

atendidos e diagnosticados de violência contra a pessoa idosa, tipificados
como violência física, moral, psicológica, sexual e patrimonial,
considerando para efeito desta Lei:
I - Violência física, ação ou omissão que coloca em perigo ou causa
danos à integridade física do idoso;
II - Violência psicológica, submissão do idoso a agressões verbais,
indiferença ou rejeição, podendo levar a danos irreversíveis no aspecto
psicossocial;
III - Violência moral, atos de humilhação, desqualificação ou
ridicularização, que ocorrem de maneira repetitiva com o idoso;
IV - Violência sexual, o estupro ou abuso sexual, sofrido pelo idoso, no
espaço doméstico ou fora dele;
V - Abuso financeiro e econômico, exploração imprópria ou ilegal dos
idosos ou uso não consentido por eles de seus recursos financeiros e
patrimoniais.
Parágrafo único - Estas notificações deverão ser encaminhadas ao
Ministério Público do Estado do Paraná em até 15 (quinze) dias úteis
contados do atendimento, em que se constate violência física, moral,
psicológica, sexual e patrimonial contra a pessoa idosa.
Art. 3º - Na hipótese de descumprimento desta Lei por unidade conveniada
da Saúde, Educação ou Assistência Social, ficam o funcionário e a referida
empresa sujeitos a uma multa estabelecida em respectivamente, 1 (uma) e
10 (dez) unidades do Valor de Referência do Município de Jandaia do Sul
(UFM).
Art. 4º - Na hipótese de descumprimento desta Lei por unidade pública de
Saúde, fica o servidor sujeito às penalidades previstas no Estatuto do
Servidor Público Municipais de Jandaia do Sul.
Art. 5º - O Poder Executivo Municipal regulamentará a presente Lei no
prazo de até 60 (sessenta) dias.
Art. 6º - As despesas decorrentes da execução desta Lei correrão por conta
das dotações orçamentárias próprias, suplementadas se necessário.
Art. 7º - Esta Lei entra em vigor na data de sua publicação, revogadas as
disposições em contrário.

Indicação nº 10/2021 apresentada pelo Vereador CLAUDIO ROBERTO
TAPARO, solicitando ao Excelentíssimo Senhor LAURO DE SOUZA
SILVA JUNIOR, PREFEITO MUNICIPAL, a instalação de um PLAY
GROUND e uma ATI-Academia de Terceira Idade, na Área
Institucional localizada no Jardim Rebouças. Senhor Prefeito, tem
aumentado consideravelmente a população nesse bairro. Como o Município
já possui o terreno disponível, a construção de uma área de lazer se torna
indispensável. Com essa ação, é possível uma maior integração entre os
moradores, facilitando que as crianças socializem com amiguinhos da
mesma idade e que adultos ampliem sua rede de relacionamento.

Indicação nº 04/2021 apresentada pelos Vereadores ADENILSON DE
OLIVEIRA VICENTE, BRUNO FERNANDO CAVASSANI E
ADEMAR ANTÔNIO KOTESKI JUNIOR, solicitando ao
Excelentíssimo Senhor LAURO DE SOUZA SILVA JUNIOR, Prefeito
Municipal, a elaboração de Projeto de Lei que Institua o programa
BANCO DE RAÇÃO E UTENSÍLIOS PARA ANIMAIS, no Município
de Jandaia do Sul. Senhor Prefeito, estamos anexando a minuta do Projeto
em questão, cujo objetivo é o de beneficiar os animais abandonados e os
pertencentes às famílias cadastradas que comprovem baixa renda, nenhuma
renda ou condição de vulnerabilidade social, alimentar e nutricional,
assistidas ou não por entidades assistenciais.

PROJETO DE LEI Nº xx/2021

SÚMULA: “Institui o programa Banco de Ração e Utensílios para
Animais, no Município de Jandaia do Sul e da outras providências”.
Lei:
Art. 1º Fica instituído o Banco de Ração e Utensílios para Animais,
programa do Município de Jandaia do Sul que visa:
I - coletar, recondicionar e armazenar gêneros alimentícios, perecíveis ou
não, desde que em condições de consumo, bem como utensílios para
animais, como móveis, roupas, remédios, coleiras, guias, casinhas, bolsa de
transporte e brinquedos, provenientes de doações de:
a)      estabelecimentos comerciais;
b)      fabricantes ligados à produção e à comercialização, no atacado ou no
varejo, de gêneros alimentícios destinados a animais;

c)      apreensões realizadas por órgãos da Administração Municipal,
Estadual ou Federal, resguardada a aplicação das normas legais;
d)      órgãos públicos; e
e)      pessoas físicas ou jurídicas de direito privado;
II - distribuir os gêneros alimentícios e os utensílios coletados.
Art. 2º A distribuição dos gêneros alimentícios e dos utensílios coletados
poderá ser feita diretamente pelo Banco de Ração e Utensílios para
Animais ou por organizações não governamentais - ONGs.
Art. 3º São beneficiários do Banco de Ração e Utensílios para Animais:
I - ONGS ligadas à causa animal, devidamente constituídas e cadastradas;
II - animais abandonados;
III - famílias cadastradas que comprovem baixa renda, nenhuma renda ou
condição de vulnerabilidade social, alimentar e nutricional, assistidas ou
não por entidades assistenciais, e que possuam animais.
Art. 4º Fica proibida a comercialização dos gêneros alimentícios e dos
utensílios coletados e doados pelo Banco de Ração e Utensílios para
Animais.
Art. 5º Caberá ao Executivo Municipal, por meio de seus órgãos
competentes, organizar e estruturar o Banco de Ração e Utensílios para
Animais, fornecendo o apoio administrativo, técnico e operacional,
determinando os critérios de coleta, de distribuição e de fiscalização, bem
como realizando o cadastramento e o acompanhamento dos beneficiários
do programa.
§ 1o A arrecadação dos gêneros alimentícios e dos utensílios far-se-á sem
ônus para o Executivo Municipal.
§ 2o Excetuam-se ao disposto no § 1o deste artigo os custos indiretos
decorrentes da estrutura funcional, como o transporte e as demais
atividades necessárias para a consecução das finalidades desta Lei.
Art. 6º Para os fins desta Lei poderão ser celebrados convênios com
instituições públicas ou privadas.
Art. 7º O Executivo Municipal regulamentará esta Lei no prazo de 90
(noventa) dias, contados da data de sua publicação.
Art. 8º Esta Lei entra em vigor na data de sua publicação.

Indicação nº 11/2021 apresentada pelo Vereador JOÃO PAULO BOSIO,
solicitando ao Excelentíssimo Senhor LAURO DE SOUZA SILVA
JUNIOR, PREFEITO MUNICIPAL, a elaboração de Projetos de Lei
que: - Denomine os Lotes nº 118-REM-4REM/01, 118-REM-4REM/02,
118-REM-4REM/03, 118-REM-4REM/04, 118-REM-4-B/REM, 118-
REM-4-B/A, B/B, B/C, B/D, B/E, B/F, B/G e B/H, do Loteamento Luiz
Moretti, localizados entre a Rua José Maria de Paula e a BR 369, como
JARDIM LUIZ MORETTI. - denomine o Prolongamento da Rua
Projetada B do Jardim Luiz Moretti, como RUA LEOPOLDINA DA
SILVA MORETTI. Essa ação visa nominar o Loteamento homenageando
seu antigo proprietário e esposa, pioneiros de nosso Município.

LUIZ MORETTI

Luiz Moretti nasceu em Nuporanga-SP em 02 de novembro de 1931chegou
em Jandaia do Sul no ano de 1947 com 16 anos com pai João Moretti e
mãe Páscoa Donadelii Moretti juntamente com 8 irmão para trabalhar
nas lavouras de café.
Foi um dos fundadores da Congregação Mariana de Jandaia do Sul, no
tempo do padre Antonio Look.
Morou em várias propriedades rurais ajudando na abertura de mato para
formação de lavouras de café e pastagens para criação de gado, porcos,
galinhas, carneiros etc.
Sempre colaborou e ajudou várias entidades do Município
Casou-se em 25 de janeiro de 1957 com Leopoldina da Silva Moretti que
nesta união teve 5 filhos: Marilza Aparecida Moretti, Luiz Carlos
Moretti, Marilda de Fátima Moretti, Laerte José Moretti e Lincoln
Geraldo Moretti.
No ano de 1977 para estudar os filhos comprou uma chácara de Amélia
Barão situada bem próxima da cidade.
Trabalhando nesta chácara com várias atividades para o sustento da família,
foi membro da APP Associação de Pais e Professores da escola recém
construída Unidade Polo.
Ajudou na construção da capela menino Jesus de Praga, no Conjunto
Guadalajara.
Participou do Conselho de Segurança de Jandaia do Sul.
Foi vereador atuante em Jandaia do Sul com vários projetos aprovados,
como construção de várias pontes, solicitação da Sociedade Rural de
Jandaia do Sul.
Um trabalho dedicado a família e a cidade de Jandaia do Sul até a sua
morte no dia 13 de maio de 2019.

LEOPOLDINA DA SILVA MORETTI

Leopoldina da Silva Moretti nasceu em Cambé-PR em 08 de outubro de
1941 chegou em Jandaia do Sul no ano de 1950 com 08 anos com pai
Joaquim da Silva e mãe Umbelina da Silva Conceição juntamente com 6
irmãos para trabalhar nas lavouras de café.
Morou em várias propriedades rurais ajudando na abertura de mato para
formação de lavouras de café e pastagens para criação de gado, porcos,
galinhas, carneiros etc.
Seu pai foi proprietário de vários imóveis em Jandaia do Sul na década de
60 e 70.
Casou-se em 25 de janeiro de 1957 com Luiz Moretti que nesta união teve
5 filhos: Marilza Aparecida Moretti, Luiz Carlos Moretti, Marilda de
Fátima Moretti, Laerte José Moretti e Lincoln Geraldo Moretti.
No ano de 1977 para estudar os filhos juntamente com o esposo Luiz
Moretti compraram uma chácara de Amélia Barão situada bem próxima da
cidade.
Trabalhando nesta chácara com várias atividades para o sustento da família,
além dos trabalhos domésticos sempre ajudou o esposo em atividades
agrícolas.
Ajudou na construção da Capela Menino Jesus de Praga, no Conjunto
Guadalajara, com visitas em outras propriedades com a arrecadação de
(prendas) para leilões.
Dedicou a sua vida em cuidar do esposo e filhos e na sequencia netos e
bisnetos até o dia do seu falecimento em 04 de janeiro de 2021.

Close